Antigamente, e agora também, usavam-se as pias para dar de comer ou beber aos animais. Toda a pocilga tem a sua pia para os porcos comerem ou em qualquer curral se encontra uma para as galinha beberem a sua água. Para quem não saiba, pia é um recipiente feito em pedra onde se deita a vianda dos porcos ou a água para as galinhas ou patos. Existem em vários tamanhos, dependendo da sua utilidade. Também as há enormes onde se deita a água para o gado bovino, cavalar ou asinino. Actualmente, com o advento do cimento e a demolição de velhas casas ou cortelhas , as belas pias começam a desaparecer e as que ainda foram salvas de ficar enterradas entre escombros ou aterros são cobiçadas para a decoração dos jardins fronteiros às vivendas de quem as pode adquirir. (Blog do amigo Ferreira http://forreta.blogs.sapo.pt)

       

O mestre desta preciosidade chama-se Carlos Matos é natural de Sortelha/Sabugal e neste momento tem a sua residência em Vilar Formoso/Almeida. Sem dúvida um grande mestre a trabalhar na pedra, pois faz qualquer tipo de trabalhos em pedra, e tudo à mão com ponteiro e martelo unicamente. Os interessados em ver estas peças ou outras, poderá faze-lo visitando a exposição, sita na Rua São João em Vilar Formoso, entre o Snack-Bar “O Carlos” e o posto de GNR.  

         

    

         

publicado por damasceno às 23:51