Atrasos e problemas nos equipamentos são motivos para pedir a intervenção da DECO junto das operadoras.

                            Minha página inicial

Optimus, TMN e Vodafone, as queixas vêm de todas as empresas. Com um filho estudante a precisar da Net, o nosso associado A.G., de Braga, esteve sem ligação e portátil durante 5 meses. Um mês depois de comprar um computador à TMN através do programa e-escolas, o aparelho deixou de funcionar e o leitor devolveu-o para reparação.

Nas semanas seguintes, quando contactava a operadora para saber novidades do portátil, a resposta repetia-se: não havia registo de entrada do computador para reparação. Queixou-se por escrito, mas de nada valeu e pediu a nossa ajuda. Só depois de alertarmos a operadora duas vezes, esta devolveu € 150 e um crédito de € 14,46 da mensalidade de Net, pagos pelo leitor.

A demora da entrega dos portáteis e códigos de acesso também tem sido denunciada. No caso de G.C., de Condeixa (Coimbra), enganaram-se na marca do computador escolhido pelo formando das Novas Oportunidades. Devolveu-o e esperou 1 mês para obter o correcto.

Já foram entregues 350 mil computadores a estudantes, professores e formandos das Novas Oportunidades, desde o arranque do e-escola, em Junho de 2007. A iniciativa visa garantir um computador com Internet de banda larga, até 150 euros.

 

(Última actualização em Janeiro de 2009)

Fonte Deco Pro Teste

tags:
publicado por damasceno às 20:55