O Governo aprovou hoje uma resolução que define a metodologia e os prazos para a transição do actual sistema analógico de televisão para a nova televisão digital terrestre. A data fixada para o fim das emissões analógicas é 26 de Abril de 2012. Este será o limite para as emissões analógicas, embora o regulamento também defina um período mínimo de 12 meses de simulcast. Ou seja, emissões simultâneas de TV analógica e digital para minimizar o impacto da transição junto do consumidor.

O documento prevê ainda o desenvolvimento de "um conjunto de medidas e uma série de acções que permitam estimular uma migração voluntária maciça com o menor impacto possível nos consumidores".

À Anacom cabe liderar o processo. À PT implementar o sistema, enquanto entidade vencedora da licença. A empresa liderada por Zeinal Bava marcou para 29 de Abril o lançamento da TDT com as primeiras emissões numa dezena de localizações no continente e ilhas.

Quando detalhou os timings do projecto a empresa tinha até referido que queria assegurar capacidade para antecipar num ano o switch-off da TV analógica, uma possibilidade que pelos vistos o Governo não levou em linha de conta, pelo menos para já.

Nota de redacção: Recorde-se que o TeK já escreveu várias peças sobre o tema da TDT, que pretendem ajudar os leitores a esclarecer dúvidas nesta área. Destacamos a sugestão publicada em Janeiro: Sugestão TeK: Tudo o que precisa de saber sobre a Televisão Digital Terrestre

Fonte Sapo Tek

publicado por damasceno às 19:00